Badoca Safari Park

savana
http://badoca.pt/wp-content/themes/badoca_theme/images/headers/header-cabra-de-leque.jpg
corner

Cabra de leque

Antidorcas marsupialis

Classificação

Classe: Mammalia
Ordem: Artiodactyla
Família: Bovidae
Sub-Família: Antilopinae

Habitat

Este herbívoro vive nas planícies abertas (savana e semi-desértica) do Sul de África, onde se alimenta da parte aérea de plantas, raízes e tubérculos. A maior população destes animais vive no Kalahari.

Caracterização

A cabra de leque (designada springbok na África do Sul) é uma espécie de gazela que está entre os animais mais rápidos do mundo, podendo atingir velocidades superiores a 90 km/hora e – o que deu origem ao seu nome em inglês – dar saltos verticais que atingem os quatro metros. Durante o salto, que serve para avisar a manada da presença de predadores, o animal encurva o dorso, esticando as patas e baixando a cabeça.
A cabra de leque apresenta cornos pequenos e proporcionados, mais desenvolvidos nos machos. Uma característica muito visível neste animal é a comprida prega existente na parte posterior do lombo, revestida interiormente por compridos pêlos brancos. Quando o animal salta, esta prega abre-se em forma de leque, facto que está também na origem do seu nome.
A cabra de leque está muito bem adaptada a um regime de secura: se a vegetação de que se alimenta contiver um mínimo de 10% de água, este animal não necessita beber.
Os animais vivem em manadas de machos jovens e de fêmeas e crias que, na época de reprodução, se agrupam em haréns no território de cada um dos machos dominantes. Cerca de seis meses depois nasce a cria, que atinge a maturidade sexual um ano (fêmeas) ou dois anos (machos) mais tarde. Estes animais, que estão ameaçados no seu habitat natural, podem viver até aos doze anos.

Curiosidades

No século XIX, em tempo de seca, as migrações das cabras de leque eram impressionantes: as colunas migratórias podiam alcançar 70 km de comprimento e chegavam a penetrar nas cidades, invadindo ruas e jardins, registando-se migrações que cobriam mais de quarenta mil hectares (estimativa de cerca de um milhão de animais).