Badoca Safari Park

savana
http://badoca.pt/wp-content/themes/badoca_theme/images/headers/header-sitatunga.jpg
corner

Sitatunga

Tragelaphus spekii

Classificação

Classe: Mammalia
Ordem: Artiodactyla
Família: Bovidae

Sub-família: Bovinae

Habitat

A sitatunga habita zonas pantanosas da África Central, onde se alimenta de plantas aquáticas e erva fresca.

Caracterização

Este pequeno e esquivo antílope (1,25 no garrote e entre 40 kg e 120 kg de peso) apresenta uma fortíssima relação com o meio aquático, ligação essa que é comprovada por algumas adaptações à deslocação em solos encharcados, como os grandes cascos, com mais de 17 cm de comprimento. Excelente nadador, é o único mamífero que, tal como o hipopótamo, pode viver permanentemente dentro de água onde, em caso de perigo, pode ficar submerso, apenas com os olhos e as narinas à superfície. O dimorfismo sexual manifesta-se na ausência de chifres na fêmea e na pelagem: castanha-acinzentada no macho e castanha-alaranjada na fêmea. Ambos os sexos têm manchas brancas em torno dos olhos e, dependendo do tom da pelagem, espalhadas no resto do corpo.

Mais activos no início ou no final do dia, os indivíduos desta espécie vagueiam sozinhos ou em grupos de até três animais.
As crias podem nascer em qualquer altura do ano, após cerca de oito meses de gestação, ficando ocultas na erva alta durante os primeiros tempos de vida, uma vida que se poderá prolongar por dezanove anos.

Curiosidades

«Sitatunga» é um nome de origem Bantu, mais concretamente, da região da Rodésia. O nome científico tem origem na palavra grega elaphos («bode») e é também uma homenagem ao explorador J. H. Speeke (1827 – 1864).