Badoca Safari Park

savana
http://badoca.pt/wp-content/themes/badoca_theme/images/headers/header-atraccoes.jpg
corner

Interacção com os Lémures / Interaction with the Lemurs

Badoca Safari Park abre “Ilha dos Lémures” aos visitantes e alerta para perigo de extinção da espécie

O Badoca Safari Park tem uma nova actividade para os seus visitantes: A interacção com os lémures  – os pequenos primatas, endémicos da Ilha de Madagáscar e ameaçados de extinção.


É no luxuriante cenário da ilha de Madagáscar que, a partir de agora, pode interagir com os lémures de cauda anelada e com os lémures de barriga vermelha. Acompanhado por um tratador, conheça mais sobre estes enigmáticos animais e participe activamente numa sessão de alimentação e interacção. O objectivo é proporcionar aos visitantes uma experiência única e incentivar o contacto do com um animal em vias de extinção, promovendo o conhecimento sobre o mesmo e sensibilizando para a importância da conservação das espécies e dos habitats.


Esta nova actividade enquadra-se na missão do parque de promover a sensibilização ambiental, trabalho que o Badoca desenvolve enquanto membro da Associação Europeia para o Estudo e Conservação dos Lémures (AEECL) e através da colaboração com a European Association of Zoos & Aquaria (EAZA), que anualmente lança uma campanha de preservação de um habitat; Madagáscar foi o mais recente local alvo de uma campanha da EAZA em que o Badoca esteve envolvido.

Esta actividade tem o custo de 12€ o adulto e 10€ as crianças até aos 10 anos. Tem capacidade limitada, devido às condições de bem estar animal.

Curiosidades:

O lémur – palavra que significa “fantasma” – é uma espécie endémica de Madagáscar, que não existe em nenhuma outra zona do planeta. Os lémures são os únicos sobreviventes da divisão evolutiva de primatas que parece ter ocorrido essencialmente neste país africano. Muitas espécies de lémures estão em vias de extinção devido à destruição do seu habitat, à caça para consumo humano ou simplesmente por serem considerados um mau presságio para quem os vê.


Badoca Safari Park opens the “Island of Lemurs” to visitors and alerts to the risk of extinction of this species.

Badoca Safari Park has announced a new activity to visitors: Interaction with the Lemurs – to get closer to these small primates, endemic to the island of Madagascar and an endangered species.
It’s in the lush scenery of the Madagascar 
Island that you can now interact with the Ring-Tailed Lemur and the Red-Bellied Lemur. Accompanied by an animal caretaker, you will get to know more about these curious animals and will directly take part of the feeding and interaction session. The goal is to give visitors a unique experience and encourage contact with an endangered species, thus promoting knowledge around this animal and the importance of the conservation of species and habitats.
This new activity is part of the Park’s mission to encourage environmental awareness, a task that Badoca is developing as a member of the European Association for the Study and Conservation of Lemurs (AEECL) and through collaboration with the European Association of Zoos & Aquaria (EAZA), which annually launches a habitat preservation campaign. Madagascar was the most recent location subject to an EAZA campaign wherein Badoca was involved.
This activity costs 12€ per adult and 10€ for children up to 10 years old. It has limited capacity, to protect animal welfare.
Curiosities
Lemur – the word means “ghost” – is an endemic species from Madagascar, which does not exist anywhere else in the world. Lemurs are the only survivors of the evolutive division of primates that seems to have occurred primarily in this African country. Several Lemur species are endangered, due to the destruction of their habitat, hunting for human consumption or simply because they are considered a bad omen for those who see them.